quinta-feira, 24 de julho de 2008

Dadaísmo

Esse movimento é caracterizado pela falta de nexo na confecção de sua arte.A concepção dadaísta enfatiza o ilógico e o absurdo. Surgiu em 1916 em Zurique como uma forma de protesto contra o absurdo da guerra.
A palavra Dadá em francês significa cavalo de brinquedo e representa uma dos primeiros sons da criança.

O poeta romeno Tristan Tzara, um dos fundadores do Dadaísmo, em seu último manifesto, ensina a fórmula para fazer um poema dadaísta:

Pegue um jornal.
Pegue a tesoura.
Escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar a seu poema.
Recorte o artigo.
Recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as num saco.
Agite suavemente.
Tire em seguida cada pedaço um após o outro.
Copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco.
O poema se parecerá com você.
E ei-lo um escritor infinitamente original e de uma sensibilidade graciosa, ainda que incompreendido do público.


Abaixo algumas obras Dadaístas

Marcel Duchamp

*Ready Made*

*Fontaine*

Theo van Doesburg e Kurt Schwitters

Kleine Dada Soir

Max Ernst

Max Ernst Museum

Um comentário:

Katia Mota disse...

Vera esse artigo sobre o Dadaísmo é muito bom, sabe que eu estava precisando de material sobre poesia, estou num projeto de oficina sobre o tema.... tudo o que tiver é bem vindo... se tiver mais pode mandar bjão