sábado, 30 de junho de 2007

FUTEBOL

Sou Corinthiana.
Porquê?!
Nasci no ano em que o Corinthians levou 70 mil torcedores ao Maracanã para assistir a semi final contra o Internacional, e apesar o adversário ter levado por 2 a 0. Já havia nascido um coração corinthiano em 76!
Virei uma verdadeira corinthiana aos quatorze anos. Nessa época havia uma espécie de competição entre os irmãos da casa... e assim, como no carnaval, em que cada um torcia pra uma escola diferente do Rio, no futebol cada um tinha seu time, meu irmão Luciano é palmeirense, minha irmã Lucimara é são paulina e eu ficava na dúvida se aderia ao tricolor ou ao corinthians.
Espero que a Lucimara não leia isso!
Mas naquele ano de glória meu dilema acabou!!!
Virei corinthiana de coração, carteirinha e com todo o sofrimento que se adquire com a opção!
Enquanto o timão sofria (e sofria mesmo!!!), para chegar as quartas de final, a hora que eu vi toda a nação corinthiana entoando o hino, a onda de energia em uma mar de gente espremida, delirando com os 2 gols do Neto (meia de campo da época!). Não quis saber de mais nada.
Para mim não interessava a vitória, só o coração pulsante que batia em uníssono com aquela multidão de gaviões da fiel.
Aprendi naquela hora o sentido da palavra fiel!
Naquele ano o Corinthians foi campeão...
E o meu coração nunca mais foi o mesmo.

2 comentários:

Fa disse...

Futebol é coisa boa!!!
Ser Corinthiana é melhor ainda!!!

Rodrigo Piva disse...

O Corinthians é realmente muito mais que um time, parabéns pela escolha!! hehe
Beijo