quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Como fazer um expresso genuíno na Cafeteira Italiana ou Moka



Coloque quantidade de café até bem
próximo à marca sem ultapassar a válvula de pressão.
Coloque a peneira e preencha com café
suficiente para cobri-la sem apertar.
Rosqueie bem o recipiente superior
e coloque um pouco de água para
 que o primeiro café que subir
não queime ao encostar no metal quente e não
fique com gosto de queimado.
Aqueça em fogo brando e em queimador pequeno.
Desligue antes de perceber que a água começou a ferver
no recipiente de cima, e antes de secar a água em baixo.
Sirva bem quente e adoce.

Achou muito fácil?
Antes de fazer, leia as dicas abaixo e não estrague tudo!

Dica 1:

A água deve passar lentamente pelo pó para extrair
o melhor sabor do café, quanto mais grosso o pó, mais
lento deve ser o cozimento, sendo portanto o ideal,
contudo o pó mais fino e comum usado no coador tradicional,
pode ser usado em fogareiro um pouco mais alto,
porém não é indicado por passar pela peneira.

Dica 2:

Deve-se manter a tampa levantada para que o vapor
resultante da condensação não altere o sabor do café.

***

A cafeteira moka foi patenteada pelo italiano
Luigi Di Ponti para Alfonso Balliatti em 1933,
e utiliza a extração da cafeína pela pressão, tornando o café
mais forte e mais parecido com o expresso.
Devido a pressão interna há maior liberação do óleo do café,
ficando resíduo no metal da cafeteira, é importante não lavar com sabão
para não retirar esse óleo isso evita que o café fique com
o sabor metalizado.
A limpeza deve ser feita apenas com
água quente, sem esfregar.
O anel de vedação deve ser substituido periodicamente
assim como a peneira, também deve se verificar sempre se não há
obstrução da válvula de pressão.
Aprecie o legítimo expresso italiano
=)


Carpe Diem

quinta-feira, 13 de julho de 2017

SITE PARA FOTOLIVOS, IMPRESSÃO DE FOTOS, CALEDÁRIOS E POSTERES

Olá, faz tempo, né?

 E faz tempo que não dou dicas de sites interessantes, então voltei só pra extravazar essa minha empolgação com uma dica web muito legal e muito prática.

Assim como todo mundo tiro muitas fotos e tenho várias nuvens onde faço backup automático dos vários celulares que tive nesses anos. Devo ter umas mil fotos espalhadas pela web.
Mas quando dizem os mais antigos que não é como ter as fotos em papel, isso é a maior verdade!
Assim como folhear um livro e ler é muito melhor que passar o dedo na tela e ler um e-book, Ver um álbum fisico é dez vezes melhor que ver no celular.
Hoje gostaria de partilhar com vocês um site que faz álbuns fotográficos que pelo menos para mim foi uma experiência muito boa.
Abaixo segue o link do site phooto que faz a impressão de fotos de ótima qualidade e com promoções muito boas.




Carpe diem!

segunda-feira, 5 de maio de 2014

O Tempo me dizendo verdades

No olho do Tempo me perdi...
Seu olhar me diz: _ Como envelheceu menina!
Isso apesar das bocas simpáticas dizerem o contrário.
Mas, a sinceridade do Tempo me toca muito mais, e eu o provoco a dizer mais sinceridades que machucam:
_ Onde? - Meus olhos são os mesmos, meu sorriso ainda é de menina e hoje, muito mais que ontem canto e brinco com meus filhos!
O Tempo ri.
Sarcasmo sempre foi o ponto mais forte do Tempo...
_ Menina tola. Envelheces na alma, o sofrimento está além daquilo que tentas esconder com a rotina, muito além daquilo que tentas suprimir na alma.
Penso.
Penso.
Logo desisto!
O Tempo tem razão. Preciso de algo que nutra minha alma, ela está caidinha, pobrezinha e desnutrida.
Uma lágrima cai.
...
O Tempo tem razão, bosta!

terça-feira, 29 de abril de 2014

... Espaços ...

.
.
.




Gosto de espaços.
.
.
.




Eles nos permitem refletir, manter o foco e mudar o rumo, sem perder a dignidade. Pense bem, escrevi postagens neste blog, bem pessoais (porque sou assim. impulsiva), Acho um absurdo deletar postagem que mencionam um antigo amor, mesmo que hoje minha opinião seja completamente outra. Qual o sentido de escrevermos nossa vida se não para lembrarmos da forma como agimos ou pensamos?
.
.
.


Para isso existem os espaços.
Para que eles justifiquem nossa guinada, nossa mudança de rota dentro de nossas cabeças.
Os espaços são autoexplicativos.
Em meu espaço-tempo neste blog, Os espaços significam que:
Já casei;
Já separei;
Já perdi pessoas do meu coração;
Já amei novamente, muito;
Já houve nascimento;
Já houve nascimento(2);
Já separei(2);
Já odiei;
Já perdoei;
Já amei muito brevemente;
Já desisti de procurar amor (apenas aguardo...)...

.
.
.

Espaço !


.
.
.


Procuro meu espaço.


.
.
.
Gosto de espaços!

Carpe Diem

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Aniversário

Aniversário é uma data estranha, acho que muito mais do que as viradas de ano, me leva a fazer um balanço da minha vida, não só aquilo que não realizei em 365 dias mas em 13505.

Prato da Balança Esquerda 

  • Separações (a que doeu mais foi a da Didi)
  • Brigas (principalmente por dinheiro e constantemente por respeito);
  • Ligações Nocivas;
  • Freios puxados.

Prato da Balança Direita

  • Didi (meu anjo);
  • Sid;
  • Maria;
  • Caio;
  • Gato Laranja;
  • Agente de Saúde (saudade!);
  • Santos (adoro);
Mas é importante olhar para frente, e, aproveitando que o ano mal começou...
...renascer.


Carpe Diem

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Por que escrevo?

Blog meio abandonado, meio solitário.
Quando é assim eu resolvo voltar a falar sobre mim. É o ensaio para uma retomada.
Eu tenho uma aura meio narcisista.
Tento manter sob controle, mas é uma avalanche que me toma de surpresa, um monstro que me assalta nos momentos de tédio, depressão. Vontade de crer que pelo menos para alguém eu sou compreendida, mesmo que esse alguém seja eu mesma.
Porém prefiro falar sempre de meus defeitos e raramente das minhas qualidades por medo de ser arrogante, ou pior, medo de fazer uma leitura pessoal superestimada.
Agora, o que eu gosto mesmo é falar de minhas vontades.
É como prever um futuro cheio de prazeres e sonhos realizados e ainda assim consciente que é só desejo de mudança.
Adoro mudanças.
Odeio rotina.

Carpe Diem

domingo, 20 de setembro de 2009

Meu sentido de poético

Só quem morreu na fogueira sabe o que é ser carvão.

Deu-me vontade de escrever algo transgressor, que incomode alguns, mas que principalmente me incomode. Sim, pois também me choco as vezes quando escrevo com liberdade e num rompante de coragem resolvo publicar no meu blog.

Depois de uma palestra muito boa de linguagem poética com as prof(as). Miriam e Luisa Paraguai, resolvi escrever algo poético.

Para vocês entenderem leiam antes minhas anotações da palestra no blog DSGN Uniso.

Não me responsabilizo pelas sensações causadas, ein!?
Afinal, o poético não precisa ser belo. O desconforto também é um objetivo da linguagem poética.


Imaterial

Quero transar com um poeta.
Entregar-me a quem possa exprimir
com as palavras dos olhos,
com as frases dos beijos,
aquilo que os sentimentos só sabem sentir.

Quero fazer amor com um fotógrafo.
Que seus olhos registrem momentos que na mente comum
se apaga como um sopro.
Somem no silêncio do tempo.
Um tempo que não perdoa ser algum.

Quero que um ilustrador me ame.
Que seus traços cômicos resgatem meu riso.
Que nossas conversas depois do desejo
Virem frases da charge da vida e que
Não deixe passar a graça desse momento rico.

Quero um mágico em meus sonhos.
Daqueles que com capa e cartola
que mexem com o meu imaginário,
em que sou a assistente confiante
num espetáculo a dois, solitários.

Quero ser a inspiração de um pintor.
Invejo sua sensibilidade com a aquarela
em poder transmitir beleza e luz
de nossos corpos em êxtase, de nossa pele arrepiada
Sob aquela claridade tênue que transpõe nossa janela.

Quero neste poema, sugerir novos olhares
Que meu amor seja em tudo
aqueles que olham com calma,
que expõe seus sentimentos em beleza,
que conseguem trazer para o material
o que só o imaterial seduz a alma.


Beijos
Carpe Diem

domingo, 30 de agosto de 2009

Escrita Automática

O texto abaixo trata-se de uma redação à quatro mãos feita como ensaio à enredo de história tendo como desenvolvimento a escrita automática.
Foi editado para nivelar o contexto e poder ser publicado.
Alunos: Lívia, Rafael, Wanessa e Vera

Matéria: Linguagem Verbal Midiática
Edição final: Vera Lucia Pereira – R.A 09070025
Prof(a). Miriam – Design Gráfico


Retrato Mutilado

eia-noite. Ela atravessa a rua. Chove. É quando ouve passos atrás de si. Aperta com força o pacote em seus braços e de repente, o ritmo dos passos aumenta, ela começa a correr. A moça ouve seu nome ser gritado, a voz era desconhecida, seu terror aumenta. Ela está em desespero.
Mais adiante entra em uma porta aberta, nem sabe onde está, parece uma casa abandonada, quase em ruínas. A pessoa que a segue já não segue mais. A moça suspira aliviada.
“- Consegui despistá-lo.” – Ela pensa. De repente ela se dá conta que está numa casa de família. Mobília aconchegante, muitos porta-retratos. Eis que algo atrai sua atenção...
Em um dos porta-retratos há uma foto com várias pessoas, porém nenhuma delas tem rosto, todos os rostos estavam recortados, e o mais estranho, no meio de tantos retratos, apenas aquele com tantas pessoas estava recortado. Havia um mistério naquela casa.
A moça se afasta da parede, tentando ver melhor todos os retratos e bate em algo atrás de si, assusta-se, mas suspira aliviada, tratava-se apenas de uma mesa. A garota encaminha-se para a porta principal da casa, a mesma pela qual entrou, porém agora estava fechada, ela tenta, mas não consegue abri-la. Seu coração dispara. Quem havia fechado? O medo toma conta de seu coração. Ela tenta achar outra saída, sobe as escada, e nada.
A moça apavorada retorna à porta, faz força e consegue abrir de supetão, do outro lado encontra-se um homem bem agasalhado, com capa de chuva e que se parecia muito com o homem que a seguia, seu susto foi tão grande que quase desmaiou. O homem puxa o capuz e ela reconhece, era apenas seu vizinho, o Seu Augusto.
Ele explicou-lhe que havia visto ela na rua e ficou preocupado, pois chovia muito forte e ela estava desprevenida, ele queria apenas perguntar se havia acontecido algo e se precisava de ajuda. A moça se sentiu aliviada e percebeu que não o tinha reconhecido naquelas roupas e sua voz estava mais rouca.
Sentindo-se mais segura pergunta ao seu novo protetor de quem era aquela casa que eles estavam, ele responde que há muitos anos é de sua família. A moça se dá ao luxo de ser curiosa, e pergunta o porquê do retrato mutilado. Ele olha aparvalhado para os quadros como se não tivesse reparado naquilo antes.
Ela se sente novamente confusa, uma lembrança recente invade seus pensamentos. Conversas entre vizinhas e que ela sem querer escutou enquanto trancava o portão de sua casa há pelo menos dois meses atrás:
“Você ficou sabendo quem morreu hoje? O Seu Augusto daqui da casa azul. Assalto, minha filha! Foi chocante, arrancaram-lhe a cabeça fora.”
Suas pernas parecem não agüentar o próprio corpo e ela cai. Augusto olha para a moça sem entender. Qual o problema com aquela garota? – Augusto tinha muito carinho por ela, havia visto crescer, ainda lembra quando ela e outras crianças jogavam queimada em frente à sua casa.
Ela tinha diante de si um fantasma, um espírito sem descanso. O ar lhe falta. O coração parece que irá parar.
A moça se desespera, abre o pacote que traz consigo e retira uma bombinha para aliviar sua crise de asma. Porém não é suficiente. Seus pulmões não conseguem encher-se mais de ar...
Manchete nos jornais do dia seguinte:
“Moça é encontrada morta em casa abandonada.”

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Amigos!



Pra escrever esse post (que também é perfil do meu Orkut), pesquisei sobre amigos e amizades pois recebi abraços tão amorosos esses dias que foi impossível não me sentir emocionada quando cheguei em casa.
Mas, por mais bonitas que fossem as frases e sites que vi, nenhuma palavra se encaixou no sentimento que tive.
Talvez porque sinto as coisas de uma forma diferente que a maioria?
Não sei.
Será que estou mais carente do que em outras épocas de minha vida?
Não sei.
Os abraços estavam mais meigos porque eu precisava deles e foi tudo imaginação minha?
Não sei.
Pior de tudo é que não sei expor em palavras (e isso é novidade para mim!) o que o valor da Amizade significou nesse dia.
Decreto o dia 22/08 como:"O dia dos abraços".
Parecia que cada abraço que recebia continha tanto amor de meus amigos que eu podia jurar que todos sabiam que eu precisava deles.

São todos paranormais! Telepatia pura!



OBRIGADA A TODOS OS MEUS SINCEROS AMIGOS
Carpe Diem

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Blog Alma do Artista

Mais um Blog que eu acho show de bola, pelo menos pra quem tem interesse em agregar conhecimento artístico ao seu trabalho, ou simplesmente pra admirar artistas renomados e ilustres "desconhecidos".

O Blog: Alma do Artista tem as últimas novidades no mundo da arte, além de exposições, entrevistas, textos para reflexão e dicas de cursos.

Carpe Diem

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Surrealindo animado

Sabe o que acontece quando o mestre do Surrealismo une-se ao mestre da animação?
Confira no vídeo abaixo o grande encontro de Salvador Dalí e Walt Disney, neste curta chamado "Destino".


Destino foi uma animação iniciada em 1945 e nunca concluída pelos seus idealizadores (Disney e Dalí). A causa, como na maioria das vezes, foi a falta de recursos financeiros dos estúdios Disney.

Para ler a história completa desta raridade da animação, inclusive a rotina de Salvador Dalí nos estúdios Disney, entre no Animation-Animagic, um site que dá as novidades e curiosidades do mundo da animação:


Carpe Diem

domingo, 5 de julho de 2009

Tutoriais

Eu tenho um problema com professores de informática.
Geralmente as escolas de informática dizem que vão te ensinar individualmente, mas na hora do vamos ver, você acaba tendo que se sujeitar ao rítmo dos outros.
Não que eu seja aquela "noOssa! Que grande inteligência!"...
Mas prefiro aprender as coisas sozinhas. No meu rítmo.

Abaixo estão os links que me ensinam muito!
Esse dos 50 tutos que todo designer precisa conhecer, é muito bom, mas é em inglês, estou fazendo alguns e estou conseguindo porque são coisas simples, fiz os dois primeiros tutos da lista, e ficaram bons, são todos de Illustrator.

Illustrator:
http://www.designontherocks.com.br/?p=734
Photoshop:
http://www.tutoriaisphotoshop.net/
Flash:
http://info.abril.com.br/dicas/cursos/flashcs3/curso.html
Desenhos:
http://www.drawspace.com/

Espero que a todos eles ensinem algo novo.

Bjos
Carpe diem

sábado, 4 de julho de 2009

Mudança de Layout

Até que enfim.
Consegui personalizar meu blog!
Preciso urgentemente de umas aulas de HTML.
É foda mudar isso sozinha!
Ainda não tá do jeito que eu queria, tá muito apertado, muito confuso.

Mas por enquanto serve!
Ah quanto ao TUMBLR, vai bem, obrigada.
To gostando, principalmente porque dá pra postar músicas também.
Será então meu perfil músical!

Carpe Diem

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Tumblr aí vamos nós!

Pronto, mais um perfil para administrar:
http://tlocpluftnhoc.tumblr.com/
Meu perfil no Tumblr

Mas ainda é cedo para dizer se gosto ou não.
Está em fase de teste para mim.

Diz que é fácil de linkar vídeos, fotos e imagens.
Mas já gostei do cadastro, muito fácil e rápido.

Vou ter que começar a dividir as coisas por aqui, tá ficando tudo muito igual!
Meu flickr, tem as mesmas imagens do meu designup, meu myspace está abandonado, a não ser pelos meus "amigos" bandas que me mandam propaganda de seus shows que nunca posso ir, meu orkut anda meio caidaço e meu blog tem postagens esporádicas e agora um Tumblr.

Putz!

Preciso formatar meu blog, mas ando sem idéias...
Idéias?
Ei! Onde estão vocês?

Tô vendo tudo! Daqui a pouco vou começar a mandar as odiosas correntes virtuais por falta de idéias!
Mas antes disso acontecer eu me mato! Aff

Carpe Diem

quarta-feira, 17 de junho de 2009

UDesign - Feira de Design da Uniso

Está acontecendo essa semana a Udesign, Feira de Design da Uniso, minha feira de Design...
Me apropriei dela pois é a oportunidade de acréscimo de conhecimento pois acontecerão palestras, workshops e apresentações de trabalhos de artistas renomados do Design nacional e apresentações de nossos próprios trabalhos.


A proposta do evento é lançar novos olhares no universo do Design.
Eu diria mais: "Lançar novos olhares naquilo que projetam aos olhares do mundo."
Poético, não?

É a oportunidade de mostrar a que viémos.


Destaque especial para a exposição de cartazes:
A força da mensagem urbana. Trata-se dos cartazes de designers brasileiros desde a década de 60 a 90.

E tem também uma exposição muito legal:


O Olhar Urbano. Cadeiras estilizadas pelos alunos do 1° Semestre de Design que representa o cotidiano das cidades. Tem muito trabalho legal e cheio de conceito urbano, todos nós nos esforçamos muito pra fazer desta exposição um diferencial da Feira, são cerca de 100 cadeiras muito bem elaboradas e criativas. Algumas cadeiras serão doadas à Associação Sorocaba de Apoio ao Cego – ASAC para que sejam rifadas em prol da entidade. Vale a pena conferir.



Ontem a palestra foi sobre cartazes com Marco Minini, designer da Máster Promo e docente da disciplina cartaz no curso de Design da Lemon School - Curitiba, um designer talentoso que mostrou seu trabalho e a importância de se buscar boas referências ao se criar um cartaz ou qualquer outro trabalho que interaja legal com o público ou vire uma boa marca.

Tivemos hoje uma palestra sobre Design Sonoro, que eu achei muito legal (demais até!)...
Pedro Oliveira. Bacharel em Design pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Bauru – SP. Desde 2005 vem pesquisando e produzindo material na área de Desenho Sonoro, tendo ministrado por mais de um ano o Workshop “Som é Design?” em vários Encontros Estudantis de Design pelo país.

Preciso parabenizá-lo por nos apresentar seu trabalho de conclusão de curso, que de tão "fodástico" roda em palestras por aí.

Foto: Jornal Cruzeiro do Sul:
http://www.cruzeirodosul.inf.br/materia.phl?editoria=29&id=193588


Blog da Uniso:
http://www.designsorocaba.blogger.com.br/

Saiba mais informações da Udesign:
http://designsorocaba.com.br/udesign_site/

terça-feira, 19 de maio de 2009

Laertón !!!

Ops!
Desculpem...

Tanto tempo sem dar notícias! Sei que é uma falta imperdoável!

Mas tenho certeza que vocês me perdoarão se eu der um presentinho para regalarem o olhar, né?

Caiu em meus olhos (graças ao blog do Myr ) o blog do meu ídolo!
Não!
Não é o Johnny Depp! Esse é mais antigo um pouco em meu interesse. Trata-se do grande, do master, do únicoOOO!!!

Laerte!

Não conhece o trabalho dele?
Mentira!
quem não conhece Piratas do Tietê, Los Três Amigos (Laertón trabalha à seis mãos com Glauco e Angeli), Overman, entre outros...


Com um humor ácido, porém sutil e um olhar crítico na sociedade, seus personagens resumem em poucas tirinhas (meu formato favorito), as intrigas e desordens da sociedade...

Vale a pena clicar:
http://www.manualdominotauro.blogspot.com/

Destaque para a sequência de Meu Marido Empalhado... Adoro esse tipo de quadrinhos!

Agora só falta conseguir o do Angeli (que sou mais apaixonada ainda) e do Glauco (já pensou, reviver o Geraldão?) seria show!

Carpe Diem

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Blu - Arte Urbana

A melhor coisa da faculdade de Design Gráfico são as pesquisas para os trabalhos.

Não sei se gosto porque estou estudando o que gosto, ou é a área que é muito interessante, dinâmica, interativa, mesmo.
Aprendemos arte, estudamos a forma, estética, pesquisamos muito tendências e preferência popular.

Minha pesquisa atual é sobre arte urbana.
Já vi muitas coisas legais sobre grafismo, interatividade, imagens em muros, outdoors, etc...
Abaixo estão algumas pinturas de um artista italiano chamado Blu ( na verdade tem uns 3 sites que dizem que ele é argentino, putz confusão! Mas a maioria dos outros dizem ser italiano):

Além de pinturas estáticas, ele faz Stop Motions gigantescos em muros!!!
Vocês teem noção do que é fazer Stop Motion de pintura em muro?

Imaginem vocês o trabalho que o cara tem (com certeza não trabalha sozinho), pra pintar a imagem, fotografar, passar tinta por cima, pra novamente pintar, fotografar e continuar!

Ele é muito surreal em suas idéias, não é só a trabalheira que me impressionou, mas sim a originalidade, suas imagens chocantes e sequências muito bem amarradas entre si.

Dou nota 1000 para o trabalho desse cara! Vejam o vídeo, são uns 7 minutos aproximadamente, se gostam como eu de animação, não vão se arrepender!

http://www.youtube.com/watch?v=uuGaqLT-gO4
PS. Não estou conseguindo inserir o vídeo direto, espero que me desculpem!

Beijos
Carpe Diem

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Filme Janela da Alma

Especialmente para Kátia, que sempre indica filmes lindos em seu blog
http://katiaemanexo.blogspot.com.br/
Kátia, tenho certeza que você vai gostar!

Resumo:

Dezenove pessoas com diferentes graus de deficiência visual, da miopia discreta à cegueira total, falam como se vêem, como vêem os outros e como percebem o mundo.
O escritor e prêmio Nobel José Saramago, o músico Hermeto Paschoal, o cineasta Wim Wenders, o fotógrafo cego franco-esloveno Evgen Bavcar, o neurologista Oliver Sacks, a atriz Marieta Severo, o vereador cego Arnaldo Godoy, entre outros, fazem revelações pessoais e inesperadas sobre vários aspectos relativos à visão: o funcionamento fisiológico do olho, o uso de óculos e suas implicações sobre a personalidade, o significado de ver ou não ver em um mundo saturado de imagens e também a importância das emoções como elemento transformador da realidade ­ se é que ela é a mesma para todos.
http://www.interfilmes.com/filme_13649_Janela.da.Alma-(Janela.da.Alma).html


Opinião Pessoal:

Pra mim foi extremamente emocionante, não sei explicar. Só soube sentir.
Gostei de todas as cenas e todas me tocaram de uma maneira diferente, sou admiradora do Hermeto Paschoal, e fiquei conhecendo toda a sensibilidade dele.

Conheci uma filha admirável de um pai ainda mais admirável, ela que demonstrou todo o seu orgulho pelo pai vereador cego.

Marjut Rimminen, uma diretora de animação muito conceituada que deu seu depoimento sobre seu trauma e as lições que aprendeu com ele.

Durante uma cena muito sensual, onde a proximidade da câmera a pele nos transmite toda a beleza de cada pêlo, cada póro... a insinuação do toque quando se reconhece cada detalhe de quem se ama, foi essa a sensualidade que senti ao ver essa cena, mas de repente descubro que tudo foi a filmagem de uma cineasta em filmar o marido por medo de perdê-lo, seis meses depois ele faleceu.

Muitos depoimentos divertidos e comoventes, sem serem pedantes.

Assistam com novos olhares.
Um filme pra ser lembrado pra vida inteira!

Beijos
Carpe Diem

quinta-feira, 26 de março de 2009

HANNAH HÖCH

Artista Plástica, nasceu na Alemanha em 1889, participou do grande movimento dadaísta de 1916, manteve-se no anonimato durante o Terceiro Reich por ser considerada uma artista degenerada, subversiva.

Voltou a expor em seu próprio país em 1946 e continuou a produzir belas obras até falecer em 1978.

Suas obras confrontavam a mulher moderna da época com o conservadorismo das mulheres alemãs coloniais.

Eram obras feministas, que criticavam os costumes e maneiras de como as mulheres eram tratadas na Alemanha.













quarta-feira, 18 de março de 2009

E assim nasce um poema Dadaísta

Para fazer um poema dadaísta
Tristan Tzara

Pegue um jornal
Pegue a tesoura.
Escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar a seu poema.
Recorte o artigo.
Recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as num saco.
Agite suavemente.
Tire em seguida cada pedaço um após o outro.
Copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco.
O poema se parecerá com você.
E ei-lo um escritor infinitamente original e de uma sensibilidade graciosa, ainda que incompreendido do público.

Após uma aula de estética da arte, nasceu isso:

Nosso Poema Dadaísta
Vera e Sérgio (precisou de dois pra fazer isso)

Chocolate? Comércio.
Clássicos? Liberdade.
Perfeita margem.
Consciência musical.
Exagero: você.
Sintonia recorde.
Nunca janela.
Tranquilidade incansável.
Caminho - acordo.
Alerta! 49,71
Mulher, acorda!
Kung fu agora!
Estrelas, forte doença.
9% Rock, sol.

O professor falou que era para ser inútil, essa era a proposta do dadaísmo, mas assim como "A fonte" do Duchamps, eu achei melhor publicar...


Carpe Diem

segunda-feira, 16 de março de 2009

A cara do Metal brasileiro.


"Eu sempre achei os guitarristas brasileiros muito "tímidos" com seus instrumentos, principalmente no rock, onde se poderia ser mais livre e sem limites. (...)

Por outro lado, apesar de termos grandes guitarristas no Brasil, a guitarra brasileira não é tão influente assim. (...). O Belloto me falou que em uma ocasião ele teve que voltar ao estúdio e refazer a guitarra de uma música dos Titãs por que estava muito distorcida e, por isso, não seria tocada no rádio.

Que medo é esse? Por que as rádios brasileiras se sentem "ameaçadas" pela guitarra distorcida? Isto poda a liberdade de expressão no instrumento e limita o músico. Sempre foi dada mais ênfase às palavras e aos vocalistas deixando as partes instrumentais em segundo plano. (...)."
Por Andreas Kisser, colunista do Yahoo! Brasil
08/02/2009
http://br.noticias.yahoo.com/s/08022009/48/entretenimento-guitarra-brasileira.html


É, Andreas, as causas dessa repulsa pelas guitarras mais elaboradas podem ser desde a raiz do nosso rock que nunca foi a mesma do Metal, a cultura disseminada sobre rock (coisa do demo), a comercialidade de certos "sons" é só um fator de acréscimo.

Vi a aura do Hard Rock e do Heavy Metal invadir as rádios comerciais nos anos 80/90 (tudo estrangeiro!), foram tempos bons aqueles...Bons nomes do rock brasileiro também despontavam como Ira!, Titãs, Camisa de Vênus (que já fazia sucesso há algum tempo), além de Legião Urbana, Plebe Rude, Ratos de Porão... Mas eram de uma outra vertente que surgia um pouco mais tímida, o punk-rock.

Agora amainaram, mudaram sua essência para atender ou os ânseios comerciais, ou foi a maturidade da a velhice que chegou para eles.

Vemos bandas como Sepultura, Vipe e Shaman fazendo um grande sucesso lá fora e aqui seguidores fiéis por novidades tem que se contentar com as migalhas da mídia.

O que o Rock precisa é se reciclar, as novas gerações precisam aprender na velha escola e botar a cara no mundo, aproveitar que as gravadoras estão com menos poder de monopólio e lançar mão das novas mídias.


Carpe Diem

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Skinheads: monstros, sim ou não?


(...)Skinheads são seres pacíficos muito machos que vivem em um mundo cor de rosa e bonitinho onde todos se dão bem(...). Fonte: Desciclopédia.
Mas a graça acaba por aí.
O que não teve graça nenhuma, foi o fato que aconteceu no último domingo com a advogada brasileira grávida de gêmeos, Paula Oliveira de 26 anos.
Ela foi atacada por três skinheads neonazistas que a espancaram e retalharam seu corpo com um estilete, escrevendo as siglas SVP - Scheiz Volks Partei que significa Partido do Povo Suiço.
Ela estava com três meses de gravidez e trabalhava em Zurique, tamanha foi a violência cometida, que Paula acabou abortando as duas meninas que esperava.(http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?t=brasileira-torturada-na-suica-aborta-gemeos&cod_Post=160714&a=575)
Qual o motivo de tal desumanidade?
Quem são os skinheads?

O estereótipo clássico dos integrantes do movimento skinhead.

Skinheads é uma subcultura juvenil que possui tanto aspecto musical como também estético e comportamental. Os skinheads se originaram na década de 1960, no Reino Unido, constituído em sua maioria por brancos e negros (imigrantes jamaicanos), reunidos pela música (ska, reggae, rude boys, etc.).

(...)

A cultura skinheads da década de 60 ficou famosa por promover confrontos nos estádios de futebol (confronto entre as torcidas dos times rivais, conhecido na Inglaterra como hooliganismo) e por alguns skins demonstrarem animosidade para com os paquistaneses e asiáticos. Mesmo tendo apatia por essas duas culturas, os skins dessa época eram contra os grupos neonazistas e não aceitavam o racismo contra negros, já que muitos desses skins eram descendentes de negros.


A “segunda geração” de skinheads surgiu no final da década de 1970, essa mesclou a cultura do “espírito de 69” à cultura punk, mas na década de 1980, a cultura skinhead sofreu grandes mudanças, a principal delas foi a fragmentação da cultura em diversos submovimentos, pois nesse período, com a infiltração da política dentro da cultura skin, integrantes do movimento passaram a promover o racismo contra negros, a xenofobia, a homofobia e a cultivar as ideologias neonazistas. (...)


http://www.brasilescola.com/sociologia/skinheads.htm

No site acima ainda há uma entrevista com um integrante do grupo chamado Caio, é interessante ler sempre os dois lados da história.

Não podemos concordar com as atitudes de determinado grupo em que envolva violência e desrespeito a vida de qualquer outra pessoa, mas conhecer como começou é o primeiro passo para também sermos mais tolerantes. Pelo menos se não concordamos com suas atitudes, sabemos o porque.

Podemos dizer que hoje em dia há mais skinheads que aderem à violência e discriminação ou não? Há skinheads bonzinhos e pais de família decentes como diz o Caio na entrevista?

Entrem no site, formem opiniões e não as calem.


Carpe Diem

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

DeviantArt

Você conhece a DeviantArt?

Se nunca ouviu falar, preste atenção você que se considera um artista escondido. Trata-se de uma das maiores comunidades virtuais artísticas, onde cada artista pode divulgar, compartilhar, vender ou buscar inspiração em outros nomes artístico-digitais da web além de uma grande quantidade de desenhos, pinturas, gravuras, fotografia, quadrinhos, e etc.

São mais de sete milhões de usuários, e cerca de 62 milhões de contribuições, sendo considerado o maior site artístico. Sua intenção é dar oportunidade aos artista de exibir seus trabalhos e discutir os trabalhos artísticos dele e de outros, além de ensinar muito a leigos e aspirantes de artistas as técnicas usadas na arte digital.

Nela encontramos desde a fotografia digital, arte clássica, tradicional e contemporânea a desenhos a Mão, entre outras formas de expressão artísticas disponíveis.


Como eu sempre (ou quase) digo: visite com novos olhares.
Carpe Diem

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Mudança de Lei...layout !

Quem as vezes me visita, deve ter notado uma discreta (risos) mudança no layout. É que começei a estudar Design Grafico e já estou me achando e querendo viajar na maionese com gosto.
Mudei a cara fundo, acrescentei links sobre o assunto, notícias alterei a HTML, resumindo: Desconstrui tudo.
Mas meus amigos notarão seus links nos mesmíssimos lugares, afinal coração favela igual o meu sempre haverá lugar.
Ainda não posso falar do assunto com algum conhecimento, até mesmo em respeito às pessoas que estão lendo meu bloguizinho, mas vou adiantar que continuarei a postar o que mais gosto, minhas músicas e bandas preferidas, minhas descobertas na net, minhas humildes opiniões e tudo mais que me der na telha.
Nova vida, novas perspectivas, novos horizontes, novo tudo!

Beijos

Carpe Diem

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

BIODIESEL DE PÓ DE CAFÉ USADO

O fato é um tanto estranho, mas não deixa de ser uma ótima notícia para a ecologia:
Segundo o "The Journal of Agricultura land Food Chemistry", cientistas da Universidade de Nevada, nos Estados Unidos, informaram que já é possível extrair óleo combustível do subproduto desta nossa tradicional bebida.

É claro que não seria suficiente o pó usado existente para produzir quantidades significativas de combustícel, mas pode ser uma fonte a mais na produção de energia menos poluente.
Trata-se de uma pesquisa experimental que abre novas possibilidades como alternativa de energia renovável
O custo de produção seria em torno de 1 dólar por galão.
A curiosidade maior neste caso é que a queima deixa um inconfundível cheiro de café no ar.

Seria muito gostoso, melhor do que o cheiro da gasolina, com certeza.
Eu não costumo fazer café, mas sempre sinto vontade de tomar quando sinto o cheiro de café acabado de fazer.


Carpe Diem

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Batalha


Neste jogo as ações devem ser bem planejadas
para que o ataque ocorra sem problemas.
A estratégia merece ser vista com calma
para que não sejamos nós o alvo.
Não merecemos perder.
Ou merecemos?
O prazer em se concluir uma batalha
está nos produtos dos saques
que podemos conseguir com ela.
E usufruir das belezas e sabores destes.
Não adianta saquear um grande tesouro,
se na hora de aproveitá-lo
não damos o devido valor.
Se não saboreamos cada bocado da carne.
Se não deixamos escorrer pela nossa boca
o frescor do vinho roubado
Como num beijo.
Ter tempo para aproveitar a embriaguez,
pensar que cada gole,
nos leva ao êxtase da nossa conquista.
Arder de desejo pela aldeã sequestrada,
tomá-la como posse e sucumbir a luxúria.
Que mérito temos em planejar batalhas,
Se a pelo menos uma não nos dedicarmos por inteiro?
Para que derrubamos muralhas?
Treinamos nossos soldados
e os enviamos para a morte?P
ara que criamos nossos nobres?
Se não para conhecer o gosto da vitória?


Nas horas vagas, eu jogo um game virtual sobre batalhas medievais chamado Tribalwars, dele veio a inspiração.
http://www.tribalwars.com.br/

sábado, 10 de janeiro de 2009

Meu Ecumenismo


Acredito que as pessoas devam ter em suas atitudes e pensamentos algo que os motive a continuar, passar por essa vida fazendo o bem aos outros e (para que não pareça hipocrisia) fazendo o bem a si mesmas. O que há de errado nisso?

Quando se fala em religiões, todos teem suas opiniões formadas e que atendem às necessidade daquele momento específico de suas vidas.

Meu momento é esse: sou ecumênica.

Já assistiram à uma celebração ecumênica?

É democrática, bonita, atende às doutrinas de várias crenças respeitando e unindo, pena que faz muitos anos que não assisto a uma.

Não gosto que critiquem crenças na minha frente, porém, quando encontro pessoas que pegaram como obrigação evangelizar, já sei que com eles não há acordo ou argumentos.

Se falo alguma coisa sobre liberdade religiosa, eles logo me rotulam como ateia. Aí sim vira um inferno a conversa.

Prefiro calar as minhas opiniões, sinto-me mau por não poder expor a minha, venho aqui no blog e conto tudo para a blogosfera.

Sinto que fico mais aliviada.

E continuo a minha vida.


O link abaixo os levará para uma crônica que me aliviou muito. Ela é do Tony Beloto, cronista da Veja que sempre leio.

Espero que gostem.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Sonhei


Sonhei


Sonhei com beijos de fogo em noites sem lua
Traindo-me queimando, queimando.
Vestígios da nudez de meus pensamentos.
Sempre vertentes...sempre.

Na penumbra deste sonho vi olhos verdes...
Tão claros quanto poderia ser
As folhas de uma palmeira
ou aquele mar das fotos do Caribe.

Beijos de fogo em noites sem lua
Pois assim é a escuridão dos meus pensamentos.
Vertendo como água de rios,
Não param nunca...nunca.

(eu)

Sonho

Meu Sonho

Parei as águas do meu sonho
para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
ficou por cima, a procurar...

Os pássaros da madrugada
não têm coragem de cantar,
vendo o meu sonho interminável
e a esperança do meu olhar.

Procurei-te em vão pela terra,
perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
por que insisto em te imaginar ?

Quando vierem fechar meus olhos,
talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,
e que vens, se o tempo voltar.

(Cecília Meireles)

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Taaz Editor

Um site legal para quem gosta de brincar com fotos como eu.

http://www.taaz.com/

Neste site você clica em Upload photo, carrega sua foto (ou a de um amigo que é mais legal), seleciona a posição da foto, do rosto, marca o local dos olhos e da boca (os 4 cantos primeiro), desenha as curvas dos olhos, da boca e aguarda carregar as opções de peruca, maquiagem, lentes de contato, e batom.
Já faz alguns meses que eu acessei, como meu computador está com problemas na configuração do flash plugin, eu não consegui carregar a foto,
mas publiquei esse post pelas minhas lembranças.
Se esqueci de mencionar algo, peço perdão.

Essa sou eu modificada pelo site:




Como eu fiquei mais bonitinha (isso quer dizer feio bem arrumado), prefiro não postar a foto do antes, só o depois.

Divirtam-se e

Carpe Diem